Notícias

Mais de 1,3 milhão de pessoas trocaram o cheque especial rotativo pelo parcelado em maio

Mais de 1,3 milhão de clientes migraram do cheque especial rotativo para o parcelado em maio. Um aumento de quase 20% na comparação com abril, quando cerca de 1,11 milhão de clientes trocaram uma linha de crédito pela outra. 

A taxa média de juros paga por quem optou pela mudança caiu de 12,28% a.m. para 3,15% a.m., de acordo com levantamento feito pela FEBRABAN com 12 bancos, que representam cerca de 90% do mercado brasileiro do produto. A pesquisa também mostrou que os juros cobrados na linha de crédito alternativa caíram mais de 10% entre julho de 2018 e maio deste ano, de 3,54% a.m. para 3,15% a.m..

Desde julho do ano passado, quando o normativo sobre o assunto entrou em vigor, quase 11 milhões de clientes reduziram as taxas pagas por meio da migração. A queda na taxa média de juros é resultado das regras de autorregulação bancária para o cheque especial, segundo as quais os bancos devem sempre manter em oferta  linhas de crédito com taxas mais atrativas para os clientes com saldo negativo, e enviar propostas, oferecendo essas linhas, aos que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos. 

FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos
Diretoria de Comunicação
11 3244-9831/9942
Twitter: @febraban
imprensa@febraban.org.br

Assunto
Período
>>BUSCA AVANÇADA
Diretoria de Comunicação da Febraban
Email: imprensa@febraban.org.br
Tel: 55 11 3244-9942/9831
Twitter: @febraban

Equipe:
Cleide Rodriguez - Gerente de Comunicação
Adriana Mompean - Assessora de Imprensa
Arthur Chioramital - Assessor de Imprensa
Anna Gabiatti - Assistente